small spapsmall bttsmall canyoningsmall escaladasmall espeleosmall montanhismosmall snowboard skismall trekking

pneus compFoi proferido despacho pela comarca do Porto do ministério público no sentido de arquivar a queixa apresentada contra desconhecidos. É lamentável que isto aconteça porque no nosso entender havia material suficiente para chegar aos responsáveis pela deposição indevida dos pneus na Serra de Pias. Se bem se lembram, dois pneus tinham uma etiqueta em excelente estado a identificar uma empresa de Recauchutagem de Pneus. Ao que parece os suspeitos "alegaram desconhecer porque motivos os pneus foram depositados naquele local e esclareceram que não vendem pneus a empresas sediadas em Valongo. Mais referiram que as etiquetas encontradas nos pneus são colocadas nos pneus novos que adquirem e aquando da aplicação do pneu numa viatura, a etiqueta é retirada e colocada num local próprio, pelo que referiram não conseguirem entender como é que as etiquetas foram encontradas apostas em pneus já usados. Disseram ainda que os pneus são recolhidos por uma empresa de transporte." Duas coisa nos saltam logo à vista nesta citação do ofício que recebemos:

No dia 24 de Outubro de 2015 o Alto Relevo - Clube de Montanhismo, pela Secção de Proteção de Ambiente e Património, Secção de Espeleologia e Direção, organizou uma ação de remoção de pneus indevidamente depositados na Serra de Pias em Campo - Valongo. De salientar é também o inquestionável apoio da Câmara Municipal de Valongo que colaborou ativamente para esta iniciativa deste o primeiro momento. Cerca de 40 pessoas voluntárias participaram na ação que permitiu remover mais de 1200 pneus das condições difíceis e montanhosas da Serra de Pias.

Ver algumas fotografias aqui

LIMPEZA PNEUS 2015INFORMAÇÃO ATUALIZADA - ver em Leia mais...

Será durante o fim-de-semana de 24 e 25 de Outubro de 2015 que se irá realizar a iniciativa Limpeza de Pneus da Serra de Pias. Uma iniciativa ARCM (Secção de Proteção de Ambiente e Património e Secção de Espeleologia) com a parceria da Câmara Municipal de Valongo. Milhares (ou toneladas) de pneus têm vindo a ser ilegalmente depositados nas nossas serras quer no exterior quer no interior. É frequente encontrarmos poços e fojos repletos de pneus. Cerca de 20 séculos de existência de património histórico e cultural repletos de lixo a contaminar a água que por muitas vezes irá comunicar com o nosso quintal no vale. No exterior, perto de caminhos ou em corta-fogos, também se encontram aos milhares empobrecendo a paisagem. Para além da limpeza, estão também a ser tomadas medidas para prevenir novas deposições.

 

Foi assinado ontem, dia 20-06-2015, o Acordo de Cooperação do PULMÃO VERDE - Projeto Intermunicipal dos Municípios de Gondomar, Paredes e Valongo com a colaboração da Área Metropolitana do Porto.

Este Acordo tem por base a proposta de criação de uma Paisagem Protegida de Âmbito Regional – Parque das Serras do Porto - constituído pelas serras de Santa Justa, Pias, Castiçal, Flores, Santa Iria e Banjas. Trata-se de uma ideia concebida nos anos 50 do século passado que agora encontra o momento político para a sua concretização. O Acordo de Colaboração resulta deste compromisso de agir de forma integrada, numa visão holística do território, com o objetivo de se implementar um programa de ação capaz de compatibilizar a proteção do património natural e cultural com o desenvolvimento económico e a qualidade de vida das populações, orientado por princípios de sustentabilidade e inclusão social.

O ALTO RELEVO - Clube de Montanhismo  - Organização Não-Governamental para o Ambiente, sendo reconhecido pelas entidades envolvidas neste Acordo pelo trabalho desenvolvido na área da Defesa do Património e Ambiente, foi convidado a participar neste importante evento e fez-se representar por dois elementos da Direção.

Fotografias - brevemente

Mãos com carvalho a plantarO Alto Relevo, em colaboração com os Trilhos do Paleozoico, o Município de Valongo e o CRE_Porto, associam-se ao “FUTURO - projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto”.
No dia 8 de março a partir das 15h iremos fazer o nosso papel para a reflorestação da Serra de Santa Justa, tendo como meta a plantação de pelo menos 500 árvores e arbustos nativos, incluindo carvalhos, sobreiros, medronheiros e pilriteiros, numa área anteriormente ocupada por eucaliptos e acácias.

É já este domingo próximo!!!
Como Alto Relevo, temos uma especial responsabilidade neste assunto. A nossa querida Serra precisa da nossa ajuda. Temos a oportunidade de modificar a paisagem para melhor. Devemos isso à nossa Serra e aos nossos descendentes. Nem que chova e faça vento! Vamos mostrar que o Alto Relevo faz o seu papel! Passa a mensagem e traz a tua família e amigos. Verás que o ambiente é de amizade e de diversão!

Durante dois dias, mais de duas centenas de pessoas puderam ver de perto o Património Mineiro Romano que esta zona possui e aprender o muito que já se descobriu sobre o assunto. Tivemos o prazer de contar com os alguns dos melhores especialistas sobre estas matérias e com um particular conhecimento nesta zona geográfica. 
O Congresso, aberto ao público em geral e portanto leigo na matéria, teve mesmo assim um nível de rigor científico e uma profundidade nos assuntos abordados no mínimo notável. Alguns dos conteúdos foram mesmo até exclusivos nunca tendo sido apresentados em qualquer outro local. 

arcm2A associada do clube Cristina Pombares Martins tem vindo a desenvolver um projecto de Investigação Arqueológica numa região até recentemente pouco conhecida de Angola – o Ebo, na Província do Kwanza Sul.

Pelo constante apoio que tem recebido dos companheiros do clube, a associada deseja partilhar o seu trabalho e a sua experiência por terras africanas no próximo dia 20 de Fevereiro pelas 21h45 na sede do clube, convidando todos aqueles quanto estejam interessados assistir.

No Ebo, as comunidades fazem uso de tradições seculares num território marcado por testemunhos materiais sobre as suas raízes culturais no território dos quais se salientam os inúmeros abrigos com pinturas rupestres. Todos os elementos, do passado e do presente, se complementam e interligam constituindo no seu conjunto uma complexa paisagem cultural, onde a combinação entre cultura humana e ambiente natural dão à paisagem uma identidade única.

Além da caracterização da região, dos seus acervos patrimonial e arqueológico, dar-se-á a conhecer a metodologia (do registo da arte rupestre à recolha de dados de cariz etnográfico) e alguns elementos sobre a cronologia das pinturas rupestres.

PROGRAMA DIA DAS ZONAS HUMIDAS LVTO ICNF vai promover um evento no próximo dia 1 e 2 de Fevereiro em comemoração do Dia Mundial das Zonas Húmidas.

Podem consultar o programa clicando na imagem ao lado e lá têm a informação necessária para as inscrições que, embora gratuitas, carecem de confirmação.

1) Proposta de Colaboração com a Portucel
Data/Altura do Ano: Início do ano (proposta), Meados do ano (negociação) e o restante dependerá dos resultados
Objetivo: Aumentar o conhecimento do cadastro de vestígios romanos na região, formar os funcionários da exploração florestal para as boas práticas de preservação
Parcerias: Secção de Espeleologia,Portucel

2) Limpeza de Pneus generalizada
Data/Altura do Ano: Março
Objetivo: Submissão de proposta à APA de um projeto à escala do problema em mãos
Parcerias: Secções de Espeleologia

3) Alargamento do âmbito ONGA
Data/Altura do Ano: Fevereiro
Objetivo: Passagem a ONGA de Âmbito regional (e não apenas local)

4) Participação nas ações de reflorestação e limpeza organizadas por entidades locais
Data/Altura do Ano: Ao longo do ano
Objetivo: Adesão a iniciativas organizadas por outras entidades (CMV, AMO, etc.)

5) Elaboração de um plano de ação para melhoramento das condições e materiais de interpretação do património local
Data/Altura do Ano: Segundo semestre do ano
Objetivo: Dinamização de ações de promoção e investigação científica, criação de materiais e plataformas de apoio, realização de atividades de interpretação para crianças e adultos

6) Colaboração na prospeção de vestígios romanos
Data/Altura do Ano: Ao longo do ano
Objetivo: Criação de uma proposta a apresentar à Direção para a aquisição de um mecanismo de prospecção aéreo para o efeito
Parcerias: Secção de Espeleologia

7) Criação de plataforma de inventariação de vestígios romanos
Data/Altura do Ano: Janeiro
Objetivo: Será criada e posteriormente disponibilizada uma plataforma web dedicada e de gestão própria de inventariação dos vestígios
Parcerias: Secção de Espeleologia

Já se encontra disponível na página da Agência Portuguesa do Ambiente o Relatório do Estado do Ambiente 2013.

Este Relatório permite desenhar um retrato global do panorama atual de Portugal em matéria de ambiente.

Para acederem a este Relatório cliquem aqui

TPV img TPV - Técnicas de Progressão Vertical

 

"... A espeleologia dificilmente pode ser considerada de competitiva. Contudo, através das técnicas convencionais criou-se um conjunto de modalidades de competição desportiva, dirigidas a avaliar a velocidade, a resistência e a técnica dos atletas. ..." botao tpv 

 

(excerto do documento da prova do 1º Campeonato Nacional de TPV 2011 - Valongo)

Siga-nos em            

MEO ARCM 28855
 

 

 

 

Alojamento oferecido por:

logo maquinadigital pq