small spapsmall bttsmall canyoningsmall escaladasmall espeleosmall montanhismosmall snowboard skismall trekking

Cova da Moura Grupo20170326 - TRILHO DA COVA DA MOURA - MONÇÃO – Relatório

Nº de participantes – 16 + 3 canídeos.

Partida do Porto cerca das 9 horas.

Arnaldo Costa, Gabriel Coelho, Elias, Marta Oliveira e António Pinto

Maria Graça, José Nunes, Dulce Gonçalves, Cinda Rodrigues e luís Rui

José Carlos, Mário, Marisa, Teresa e Orquídea Lima

José Paulo Correia

Início da caminhada pouco depois das 10,30h e nada melhor que a escrita do nosso companheiro Luís Rui para descrever o percurso:

“PARTE 1. Hoje num dia que parecia ser de chuva, foi um dia espectacular de um Trilho feito com espírito do Caminho, sempre ma ânsia de chegar ao fim para irmos à Primeira Feira da FODA, mas isso só lá muito para o fim da tarde, porque as coisas boas, será? fazem-se sempre esperar. Assim iniciam o trilho da Cova da Moura desde o ponto inicial até ao Palácio da Brejoeira, passando pela Igreja matriz a vário Pelourinhos, com uma boa luz da manhã que dava uma boa cor à natureza e as flores amarelas dos Tojos e o som da muita água que corria no rio e cantava à nossa passagem...

PARTE 2:...Continuamos o caminho, depois Palácio, ia a manhã a meio e linda de luz, entramos, depois do sobreiro resistente, que guardava os céus e o caminho, numa paisagem bucólica de beleza verde natural e com água sempre por perto a dar uma sonoridade especial ao nosso andar, na zona do Pinheiro. E andamos até encontrar o sitio ideal para repousar e almoçar, na margem .... as conversas iam ter sempre à feira, a primeira feira da FODA que esperamos visitar no final, pois há sempre uma primeira vez algures no caminho.... continua...

PARTE 3:.... neste capitulo vamos ver momentos Pós Almoço à beira rio e vamos acompanhar os nosso passos até outro ponto do rio, praia verde fluvial com muito encanto, para além dos prados e das vinhas que hã-de dar "Alvarinho" e também a fornalha um antigo forno de telha, a Rua dos Paus e, vamos descobrir a roda... da cisterna, rebolar na relva e apreciar as cascatas e as rãs e volta a por os pen@ntes no caminho até passar a ponte para a outra margem e ... nem chove nem a 1ª Feira da FODA aparece no horizonte.... calma que lá chegaremos....

PARTE 4 e "Ó Gente Corai!" ... última deste Trilho da Cova da Moura, com anexo, para maiores de 18 anos, da ... FODA a 1ª publica do Dar aos Pen@ntes, como veremos foi um final em êxtase pagamos e fomos mesmo... embora e chegamos a casa inteirinhos e mais confortados com a experiência colectiva, tanto, que já marcamos a próxima para a Punheta da Senhora do Salto... mas. voltamos ao trilho que decorreu com um dia ideal para caminhar, entre as águas e os campos alagados com as videiras à espera de rebentar e um miradoiro que nos mostrou, à vista desarmada, a grandiosidade dos horizontes que percorremos, entre fragas e montes, até chegar finalmente à muito esperada feira da .. Pi... FINAL FELIZ.

Nota: A cada uma das partes corresponde uma reportagem fotográfica partilhada pelo autor nos sítios habituais.

O Coordenador

Arnaldo Costa

TPV img TPV - Técnicas de Progressão Vertical

 

"... A espeleologia dificilmente pode ser considerada de competitiva. Contudo, através das técnicas convencionais criou-se um conjunto de modalidades de competição desportiva, dirigidas a avaliar a velocidade, a resistência e a técnica dos atletas. ..." botao tpv 

 

(excerto do documento da prova do 1º Campeonato Nacional de TPV 2011 - Valongo)

Siga-nos em            

MEO ARCM 28855
 

 

 

 

Alojamento oferecido por:

logo maquinadigital pq