user_mobilelogo

small spapsmall bttsmall canyoningsmall escaladasmall espeleosmall montanhismosmall snowboard skismall trekking

Plataforma colaborativa de recolha de dados ambientais

 

 

tornar membro arcm

Nº de participantes: 17 + 2 canídeos
 
Partida do Porto Extremo, cerca das 8,40, rumo à Serra da Arada, onde nos encontramos na aldeia de Silveiras.
 
Após a reunião do pessoal, partimos em direção à capela de Santa Bárbara, descendo depois em direção à aldeia de Cortegaça, onde nos esperava, para além de uma maravilhosa paisagem, um belo pomar de tangerinas e laranjas que nos amaciaram o brutal caminho. Subimos, de novo, a serra para descermos em direcção a Meitriz, onde aproveitaríamos o parque de merendas à beira-rio, para retemperar forças. Entretanto um dos canídeos feriu-se numa pata, o que obrigou o nosso coordenador, Luís Teixeira, a desviar-se da nossa companhia para socorrer o dono que o esperaria em Janarde e de onde seguiriam para os carros, tendo o dono seguido para o Porto, com os referidos canídeos. Tornamos a subir a serra, desta feita, em direcção a Janarde que encontramos após uma brutal descida.
Após desfrutarmos da magnífica paisagem no miradouro dessa aldeia, empreendemos o caminho de regresso, reiniciando, agora em sentido inverso, as subidas e descidas, qual carrossel humano, tendo grande parte do grupo chegado à capela de Silveiras, onde nos encontraríamos com o coordenador Luís Teixeira, com fortes dores nas pernas, mas prontos para a próxima caminhada, pois uma vez que ninguém morreu, todos se tornaram mais fortes.
No regresso e passando pela bonita cidade de Arouca, o grupo, menos 1 carro com 5 pessoas, abasteceu-se de doces regionais e mais uns petiscozinhos doces, numa confeitaria local.