small spapsmall bttsmall canyoningsmall escaladasmall espeleosmall montanhismosmall snowboard skismall trekking

DATA DA ACTIVIDADE: 16 de Agosto de 2015

CAVIDADES: Algar da Figueira (ou Algar do Crocodilo), Algar do Cabeçinho 1, 2 e 4

Cavidades não incluídas na listagem do anexo 1 do Regulamento do Plano de Ordenamento do PNSAC, aprovado pela RCM nº 57/2010.

LOCALIZAÇÃO:

Algar da Figueira (ou Algar do Crocodilo)
Alto da Barreira - Serra de Santo António – Alcanena – Santarém - PNSAC – MCE
Carta Militar de Portugal, série M888, folha 318, Escala 1/25000 - Altitude aproximada: 510 mt
Algar do Cabeçinho 1, 2 e 4
Cabeço das Pombas – S. Bento – Porto de Mós – Leiria – PNSAC – MCE
Carta Militar de Portugal, série M888, folha 318, Escala 1/25000 - Altitude: 438, 436 e 432 mt

OBJECTIVOS:

Continuação da topografia do Algar da Figueira (ou Algar do Crocodilo) através da utilização dos aparelhos DistoX2 (com calibração de Delta=0.14) e PDA, com o programa de tratamento de dados Pocket Topo e fotografia técnica do mesmo. Reconhecimento, registo e exploração dos Algares do Cabeçinho 1, Cabeçinho 2 e Cabeçinho 4

EQUIPA:

António Afonso, Beatriz Silva, Felisberto Vieira, Nelson Ribeiro, Nuno Rodrigues, Paulo, Caetano e Vítor Gandra
Todos os espeleólogos participantes, são sócios do ARCM, federados na FPE, possuidores da formação grau N2 e/ou N3 e com o respectivo seguro em vigor.

RESULTADO DA ACTIVIDADE:

Dia 28:
Algar da Figueira (ou Algar do Crocodilo) - 22º dia de trabalhos na cavidade. Entrada ás 11.00h e saída ás 20.30h. Equipa: Nuno Rodrigues e Vítor Gandra (topografia), Felisberto Vieira e Nelson Ribeiro (fotografia) Os trabalhos de topografia, realizaram-se a bom ritmo, tendo recomeçado na estação existente 1.65/1.66 localizada na final do “meandro” inferior e terminado na estação 1.83, situada no patamar de acesso à “Sala do Zeca”. Foi realizada a poligonal, planta, perfil e registo de detalhes, da nova área topografada, tendo sido necessário para o efeito efectuar 18 estações (desenvolvimento total à data = L 315 - H 62). Foram realizadas as fotografias técnicas necessárias para a publicação do trabalho final. 

Algar do Cabeçinho 2 e 4 - Inicio da exploração ás 12.00h e término ás 16.30h. Equipa: António Afonso, Beatriz Silva e Paulo Caetano. O Cabeçinho 2 é composto apenas por um poço com 15mt. No Cabeçinho 4 foi verificada e explorada a totalidade da área da cavidade, que apesar de pequena é rica em quantidade e variedade de espeleotemas. Foi realizada a georreferenciação da boca de entrada e decidido realizar no dia seguinte a topografia da
mesma. Na equipagem do algar, para além da utilização de dois pontos de amarração naturais, foram também aplicados dois pernos M8 em aço inox, na zona inicial do poço de entrada.


Dia 29:
Algar do Cabeçinho 1 – Inicio da exploração ás 11.30h e término ás 14.00h. Equipa: António Afonso e Beatriz Silva. Foi verificado explorado e registado a totalidade da cavidade.
Algar do Cabeçinho 4 - Inicio dos trabalhos ás 11.00h e término ás 14.30h. Equipa: Felisberto Vieira, Nelson Ribeiro, Nuno Rodrigues, Paulo Caetano e Vítor Gandra. Foi realizada a topografia de cavidade

REPORTAR: AUSENTE / PRESENTE:

No Algar do Cabeçinho 1 foi verificada a presença de várias dezenas de Quirópteros da espécie Miniopteros Schreibersii (nome comum morcego-de-peluche) e 3 salamandras comuns.
Ficamos o fim-de-semana instalados na sede da FPE em Alvados.
Ausência de incidentes ou acidentes.

 

Elaboração do relatório:
Nuno Rodrigues
(sócio nº 402 ARCM e nº 289 FPE)

TPV img TPV - Técnicas de Progressão Vertical

 

"... A espeleologia dificilmente pode ser considerada de competitiva. Contudo, através das técnicas convencionais criou-se um conjunto de modalidades de competição desportiva, dirigidas a avaliar a velocidade, a resistência e a técnica dos atletas. ..." botao tpv 

 

(excerto do documento da prova do 1º Campeonato Nacional de TPV 2011 - Valongo)

Siga-nos em            

MEO ARCM 28855
 

 

 

 

Alojamento oferecido por:

logo maquinadigital pq