small spapsmall bttsmall canyoningsmall escaladasmall espeleosmall montanhismosmall snowboard skismall trekking

DATA DA ACTIVIDADE: 22 de Novembro de 2014
CAVIDADES: Algar “Exploração 1” (ou 306 Azul); Algar “Exploração 2” (ou Tonu) e Algar “Exploração 3” (ou Eucaliptos) – Cavidades Naturais Cársicas

Cavidades não incluídas na listagem do anexo 1 do Regulamento do Plano de Ordenamento do PNSAC, aprovado pela RCM nº 57/2010.

LOCALIZAÇÃO: Covão Alto – Codaçal – S. Bento – Porto de Mós – Leiria - PNSAC – MCE
Carta Militar de Portugal, série M888, folha 318, Escala 1/25000 - Altitude aproximada: 560 mt.

OBJECTIVOS:
Prospecção, registo, análise e exploração de algumas cavidades da zona do VG Covão Alto.

EQUIPA:
Exploração: António Afonso e Nuno Rodrigues
Coordenação e prevenção: Vítor Gandra

Todos os espeleólogos participantes, são sócios do ARCM, federados na FPE, possuidores da formação grau N2 e/ou N3 e com o respectivo seguro em vigor.

RESULTADO DA ACTIVIDADE:
Inicio das explorações às 10.00h e término às 16.30h. Após um curto período de prospecção e análise da zona, encontramos as três cavidades acima indicadas (entre outras) e iniciamos a sua exploração e registo. No interior dos três algares, detectamos indícios de os mesmos já terem sido explorados anteriormente (spits e/ou marcas de pegadas).
O algar “Exploração 1” (ou 306 azul) têm uma profundidade aproximada de 30mt, é constituído por três níveis e com excepção do poço de entrada, desenvolve-se sempre sob a mesma diáclase, que tem uma orientação aproximado de Sul/Norte. No último nível, efectuamos uma pequena sondagem/desobstrução nos blocos existentes na base, não tendo produzido nenhum efeito. Foi instalado um perno de 8mm em aço inox, no cesso à cabeceira do último poço. O algar “Exploração 2” (ou Tonu) é de pequenas dimensões, possui uma profundidade máxima de 5mt e o seu poço de entrada é estreito, interceptando uma pequena diáclase (orientação sul/norte), com 4/5mt de extensão, encontrando-se todo o seu fundo colmatado com terra. O algar “Exploração 3” (ou Eucaliptos) têm uma profundidade aproximada de 20 mt, é constituído basicamente por um poço com dois níveis e no fundo do segundo nível intercepta uma pequena diáclase lateral. Foi reequipado o segundo nível do algar (cabeceira e tecto do poço) com três pernos de 8mm em aço inox, uma vez que os spits existentes estavam em más condições e mal localizados.

REPORTAR: AUSENTE / PRESENTE:
No Algar “Exploração 1”(ou 306 azul) a aproximadamente -20mt, verificou-se a presença de dois Quirópteros da subordem Microchiroptera e da espécie Miniopteros schreibersii (morcego de peluche). Apesar de já estarmos no fim do mês de Novembro os morcegos ainda não estavam em hibernação.
No Algar “Exploração 2” (ou Tonu) foi verificada a presença de várias aranhas da espécie Meta Bourneti.
No Algar “Exploração 3”(ou Eucaliptos), na sala de entrada, verificou-se a presença de algumas aranhas da espécie Meta Bourneti e vários caracóis, e também uma salamandra comum (salamandra de pintas amarelas) no fundo da cavidade, que depois de devidamente acondicionada, foi transportada para o exterior

Elaboração do relatório:
Nuno Rodrigues
(sócio nº 402 ARCM e nº 289 FPE)

TPV img TPV - Técnicas de Progressão Vertical

 

"... A espeleologia dificilmente pode ser considerada de competitiva. Contudo, através das técnicas convencionais criou-se um conjunto de modalidades de competição desportiva, dirigidas a avaliar a velocidade, a resistência e a técnica dos atletas. ..." botao tpv 

 

(excerto do documento da prova do 1º Campeonato Nacional de TPV 2011 - Valongo)

Siga-nos em            

MEO ARCM 28855
 

 

 

 

Alojamento oferecido por:

logo maquinadigital pq