small spapsmall bttsmall canyoningsmall escaladasmall espeleosmall montanhismosmall snowboard skismall trekking

26

Data da actividade: 23 de Abril a 1 de Maio de 2016

Localização: Região da Catalunha

Participantes: Catarina Ascensão, Beatriz Silva, Lino Santos e Luís Sousa

 

 

 

 

 

Dia 23 de Abril – Sábado – Viagem de Ermesinde a Benabarre.

1Saída de Ermesinde às 6:20. De entre várias paragens que fizemos, destaco uma, onde aproveitamos para esticar as pernas e fizemos um lanchinho, pois paramos num local onde tinha uma fonte especial, que era a fonte da saúde, onde aproveitamos todos, sem excepção, para beber um pouco daquela água, para que não nos faltassem as forças para conseguirmos fazer as vias ferratas e os trekkings. 

A 1ª noite ficamos em Benabarre, no camping municipal.

 

 

  

Dia 24 de Abril – Domingo

Alvorada às 6:30 (hora espanhola). Saída de Benabarre às 7h para Lès.

Saímos do camping com bom tempo e ainda antes de Lès (em Viella) já nevava. O nosso objectivo era fazer as ferratas Poi D’Unha, Cledes e Lès, mas ficaram para a próxima devido às más condições climatéricas. Decidimos voltar para trás e ir até Corçà, onde tínhamos várias ferratas à nossa espera. Fizemos a via ferrata Teletubbies e a Olmo Soler.

2  3  4

  

5   Depois destas vias ainda fizemos parte da GR1, até à bifurcação do caminho Congost. Montrebei com as passarelas de Montfalcó. 

Dia 25 de Abril – Segunda

Alvorada às 6:31 (tivemos mais 1 minuto para dormir). Saída do camping Benabarre para o nosso caminho Congost – Montrebei e as Pasarelas de Montfalcó, que eram o nosso objectivo de hoje.

 6  7  8

No final da metade do caminho, fomos até ao Albergue de Montfalcó e espreitar a Ermita de santa Quitéria e São Bonifácio, onde perdemos (hihihihihihihi) a Beatriz, que foi para o lado contrário até ao miradouro de Montfalcó.

Depois de apreciadas as vistas e termos encontrado a Beatriz, à que encher a barriga, de preferência à sombra, para depois fazer o caminho de volta.

9

 

 Dia 26 de Abril – Terça

Alvorada um pouco mais tarde, às 6:32. Saída do camping Benabarre às 7:15 em direcção às vias ferratas Urquiza – Olmo e Feliz Navidad.

10A Feliz Navidad, não foi feita, pois decidimos não arriscar, devido ao seu grau de dificuldade e o seu início já nos indicava a dificuldade que iria ser a via. Todos tentamos fazer o seu início e tiramos umas fotos.

 Fizemos o último tramo de Urquiza-Olmo, que era ao lado da via Feliz Navidad. O início desta via era só feito com correntes, sem cabo de segurança.

  

 11  12

Mais em cima aparece-nos um tecto com uns degraus metálicos para ajudar à passagem, depois encontramos um bidão de espeleo na parede, que no seu interior tinha um livro, onde escrevemos os nossos nomes e clube. Avançando, encontramos outro tecto, mais difícil que o primeiro. O Luís, que tinha passado para a frente, foi o primeiro a passar, que depois teve a amabilidade de montar uma corda para dar algum apoio se alguma coisa corresse menos bem.

O Lino não fez esta via ferrata, por uma unha negra, que tinha arranjado uns instantes antes de começar a via.

 

Dia 27 de Abril – Quarta

Alvorada às 6:32. Estávamos agora no camping 3 Estrelas, em Gavà, muito perto de Barcelona, mesmo ao pé da praia.

A via ferrata que fomos fazer, foi a Cala del Moli, em Sant Feliu de Guixols. É uma via muito engraçada, sempre à beira de água e na altura em que fomos, com muitas gaivotas a quererem-nos dar umas bicadas, pois tinham que proteger os seus filhotes dos intrusos.

 

 13  14

 

 

Acabada a via ferrata, fomos até Montserrat ver as vistas, que não foram muito famosas pois estava um pouco de nevoeiro.

 

 

 

 Dia 28 de Abril – Quinta

Alvorada às 6:33, cada vez acordávamos mais tarde.

15O dia tinha acordado chuvoso, pois já tinha começado a chover de noite. Desmontamos as tendas e rumamos mais para Sul, foi um dia de passeio, paramos em Tarragona e fomos visitá-la, é muito bonita. Continuamos a nossa viagem rumo a L’Ampolla, para o camping Ampolla. Demos entrada no camping e fomos montar as tendas, escolhemos o local e à que montar as tendas, mas estas estavam todas molhadas e a nossa vontade de as montar-mos era muito pouca, conclusão, optamos por um bungallous, que iria ser a nossa “humilde tendinha” até ao final das férias (que espetáculo).

 Depois de termos suado imenso a montar as tendas, fomos ver o Delta do Ebro, parando depois em St Carles de la Ràpita.

16

 

Dia 29 de Abril – Sexta

Alvorada às 6:34.

 17  18

 

 

Era dia de fazer algo diferente, que tal umas vias Ferratas? Pois bem, lá fomos nós. Esperavam-nos a via ferrata de Morera de Montsant e depois a de Graus de Carrasclet y Barrots.

 

 

Dia 30 de Abril – Sábado

Alvorada às 6:35. À que cumprir a regra instituída, logo no primeiro dia, de acrescentar só mais 1 minuto de descanso, isto para “alegria” de todos os participantes.

Neste dia alguém fazia mais um anito, por isso, quem mandava era a aniversariante (Cati Mineira). Ela decidiu, e muito bem, que queria fazer algo mais soft, que tal fazer duas vias ferratas. As escolhidas para este dia eram a via ferrata Ulldecona e a Penyaflor.

 19  20

 

 A via ferrata Ulldecona, foi a mais extensa, com bastantes tramos, mas relativamente curtos, sendo alguns deles sub-prumados, onde tivemos 2 rapéis, umas paralelas, uma escada de alumínio caseira, etc. Foi uma via muito interessante e com um final fantástico, uma vista deslumbrante sobre o Delta do Ebro.

 

 

O Lino não fez esta via, mas acompanhou-nos à distância, aproveitando para fazer uma reportagem fotográfica 5 estrelas, dando para fazer o croqui da via.

21

 

 22  23

 

Da parte de tarde, foi a vez da via ferrata Penyaflor, que foi ampliada em 11/04/2015. Uma via com pequenas pontes e muito, mas mesmo muito vento.

 

24  25 

 

De regresso à nossa humilde tendinha, Há que fazer o jantarinho e depois cantar os parabéns , , apagar as “velas” e cortar o bolo.

 

 

 

Dia 1 de Maio – Domingo

Alvorada às 7 horas. No último dia de férias não conseguimos cumprir a regra instituída do “+1 min.”, mas percebe-se porquê, pois tínhamos que fazer o check-out do camping e este só abria às 8:30.

Saídos do camping, há que rumar até ao nosso lindo Portugal, com muita calma.

As duas últimas tarefas que efetuámos em Espanha, foram  atestar o depósito com combustível e dar ao dente.

TPV img TPV - Técnicas de Progressão Vertical

 

"... A espeleologia dificilmente pode ser considerada de competitiva. Contudo, através das técnicas convencionais criou-se um conjunto de modalidades de competição desportiva, dirigidas a avaliar a velocidade, a resistência e a técnica dos atletas. ..." botao tpv 

 

(excerto do documento da prova do 1º Campeonato Nacional de TPV 2011 - Valongo)

Siga-nos em            

MEO ARCM 28855
 

 

 

 

Alojamento oferecido por:

logo maquinadigital pq