small spapsmall bttsmall canyoningsmall escaladasmall espeleosmall montanhismosmall snowboard skismall trekking

O Alto Relevo - Clube de Montanhismo, em parceria com o Município de Valongo, realizou no fim de semana de 29 e 30 de Outubro, o 2.º Congresso de Mineração Romana e Espeleologia, tendo o evento decorrido no seu primeiro dia, no Auditório Vallis Longus – Dr. António Macedo, em Valongo.

Este evento, contou com a presença e intervenção dos Presidentes das Câmaras de Gondomar, Paredes e Valongo como representantes dos respectivos municípios e elementos constituintes da Associação de Municípios Parque das Serras do Porto e com a participação de várias outras entidades da comunidade científica relacionadas com os temas em debate, bem como a participação a convite, do Município de Vila Pouca de Aguiar.

 

Na abertura do Congresso, foi assinado um protocolo de cooperação entre o Alto Relevo - Clube de Montanhismo e o Município de Valongo, tendo por base interesses ambientais e desportivos, de enorme importância para o concelho de Valongo e comuns às duas instituições.

O ‘’Parque das Serras do Porto’’, projecto ambicioso que envolve os três Municípios (Gondomar, Paredes e Valongo) entre outras entidades cooperantes, foi apresentado pelo Presidente da Associação das Serras do Porto, Celso Vieira, que de forma clara mostrou a importância natural e o potencial económico do futuro parque, para os municípios visados e para toda a região metropolitana do Porto.

A mineração Romana na zona de Valongo, é sempre um dos temas que mais interesse desperta aos presentes, pois todos contam com novas descobertas ou possibilidades de estudo, das quais se destacam as apresentações sobre o complexo norte de mineração Romana, com uma visita virtual a uma das principais galerias do sistema, apresentada por Vítor Gandra, a apresentação da Corta da Fraga do Castelo, enquanto possível desmonte de mineração a céu aberto da época de ocupação Romana, por João Moutinho, o estudo sobre o povoado das ‘’Vinhas’’ e seu sistema hidráulico, tema apresentado por Alexandre Lima e em que foi vivamente recomendada uma intervenção arqueológica, a apresentação do propósito da ‘’Quinta de Ivanta’’ e do papel da arqueologia na salvaguarda do património, com todos os pormenores expressados pelo orador Ricardo Teixeira e por fim, o enquadramento da mineração Romana em Tresminas e Jales, Vila Pouca de Aguiar, apresentado por Patricia Machado.

No que se refere à espeleologia, foram apresentados por Vítor Rebelo, os trabalhos realizados na mina do ‘’Solheiro’’ em Campo, Valongo (V.Rebelo), por N.Rodrigues os realizados no Algar do "Crocodilo" no Parque Natural da Serra de Aires e Candeeiros - Leiria, na corta de Lagoinhos, em Tresminas, Vila Pouca de Aguiar, por Vítor Gandra e por último, os trabalhos realizados no âmbito do Projeto +Além, com as expedições internacionais ao sistema de La Gandara, Espanha, por António Afonso, todos espeleólogos e sócios do Alto Relevo.

No segundo dia do congresso (30 de Outubro), tendo por finalidade a aproximação dos participantes ao património mineiro existente, foram efectuadas visitas ao complexo do Fojo das Pombas e corta do Castelo, no concelho de Valongo, ao Museu Mineiro de S.Pedro da Cova e ao complexo mineiro do Passal e um passeio interpretativo à Senhora do Salto, no concelho de Paredes.

Face à grande aderência de participantes, aos temas e trabalhos apresentados, pelos oradores e às respostas de avaliação geral sobre o congresso, dadas pelos participantes, nos inquéritos que tivemos o prazer de receber, poder-se- á dizer que esta segunda edição, superou todas as expectativas, que terá sido mesmo sucesso e que, este nosso evento sem paralelo a nível nacional, começa a ganhar cada vez mais força para que nas próximas edições, a troca de conhecimento e a apresentação de trabalhos espeleológicos desenvolvidos no seio do clube seja ainda maior.

Para ver algumas das fotografias do 2º CMRE 2016 clique aqui

Texto: V. Rebelo e V. Freitas

TPV img TPV - Técnicas de Progressão Vertical

 

"... A espeleologia dificilmente pode ser considerada de competitiva. Contudo, através das técnicas convencionais criou-se um conjunto de modalidades de competição desportiva, dirigidas a avaliar a velocidade, a resistência e a técnica dos atletas. ..." botao tpv 

 

(excerto do documento da prova do 1º Campeonato Nacional de TPV 2011 - Valongo)

Siga-nos em            

MEO ARCM 28855
 

 

 

 

Alojamento oferecido por:

logo maquinadigital pq